Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

VOCALISTA DE BANDA GOSPEL ADMITE SER ATEU E REVELA QUE OUTROS ARTISTAS CRISTÃOS TAMBÉM NÃO CREEM EM DEUS

VOCALISTA DE BANDA GOSPEL ADMITE SER ATEU E REVELA QUE OUTROS ARTISTAS CRISTÃOS TAMBÉM NÃO CREEM EM DEUS

A revelação recente do ex-vocalista da banda cristã de heavy metal As I Lay Dying, Tim Lambesis, de que se tornou ateu enquanto ainda integrava o grupo chocou o meio gospel internacional e suscitou uma nova polêmica.

Tim Lambesis afirmou que no tempo em que se apresentava em festivais de bandas gospel mundo afora, apenas 10% dos artistas/bandas que também eram convidados para os mesmos eventos são realmente cristãos.

A entrevista de Lambesis ao Alternative Press aconteceu após sua condenação a seis anos de prisão por planejar o assassinato de sua ex-mulher, Meggan.

“Honestamente, eu sou ateu. Na verdade eu não fui o primeiro do grupo que deixou de ser cristão. Na verdade, eu acho que fui o terceiro. Os demais, eu tenho certeza que também caíram”, disse Lambesis.

O motivo de sua apostasia, segundo Lambesis, foi o debate com ateus sobre o tema: “No processo de tentar defender a minha fé, eu comecei a pensar que o outro ponto de vista era mais forte”, disse. Os rumores de que Tim Lambesis não era mais cristão começaram ainda no julgamento, quando Meggan afirmou no Tribunal que ele havia se tornado ateu.

Lambesis admitiu que a banda continuou a se identificar como cristã para que continuassem vendendo discos no mercado gospel, e fez uma acusação bombástica: “Nós fizemos uma turnê com mais ‘bandas cristãs’ que não eram realmente cristãs. Em 12 anos de turnês com o As I Lay Dying, eu diria que talvez uma em cada dez bandas cristãs com as quais nós rodamos era na verdade uma banda cristã […] Muitos pais cristãos podem comprar um CD de um grupo acreditando ser uma banda cristã. Contudo, é preciso refletir para realmente compreender o conteúdo das letras”, finalizou.

Resposta

Os antigos companheiros de Lambesis na As I Lay Dying se manifestaram após as declarações de que o antigo vocalista da banda é um “sociopata narcisista difamador”, e que sua fala só serviu “para prejudicar ainda mais as vidas e as reputações daqueles que não compartilham suas ideias”.

Segundo Nick Hipa, um dos ex-companheiros de Lambesis na banda, “a avaliação feita por ele de seu relacionamento comigo e com antigos companheiros de banda é uma calúnia absoluta”.

Hipa acrescentou ainda que conversou com Lambesis anteriormente e tinha dito que discordava de sua postura: “Eu tinha falado com ele diretamente e dito que 100% do meu coração, amor e lealdade estava sendo dirigido em apoio às suas vítimas”, disse, referindo-se à ex-mulher e filhos do vocalista e aos fãs da banda que acreditavam que ele era cristão. “Essas vítimas são pessoas com quem eu tinha aberto o meu coração por muitos anos, e eu oro para que encontrem cura [dessas feridas]”, escreveu o músico em sua página no Facebook.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

PASTOR É CONDENADO A MAIS DE 5 ANOS DE PRISÃO POR TOMAR MAIS DE 12 MIL REAIS DE IDOSA DE 75 ANOS

http://jornalherege.blogspot.com.br/2015/12/pastor-e-condenado-mais-de-5-anos-de.html PASTOR É CONDENADO A MAIS DE 5 ANOS DE PRISÃO POR TOMAR MAIS DE 12 MIL REAIS DE IDOSA DE 75 ANOS

por Leiliane Roberta Lopes

“Pastor” é condenado a mais de 5 anos de prisão por ludibriar idosa

Ele induziu a fiel aposentada a contrair empréstimos para que ele comprasse um carro


A 10ª Vara Criminal de Goiânia (GO) condenou um pastor a 5 anos de prisão por ludibriar idosa e conseguir dinheiro. A decisão foi assinada pela juíza Placidina Pires que condenou o pastor Tiago Eduardo de Oliveira, da Igreja Reino dos Céus, por estelionato.

Segundo o TJGO, o religioso induziu Ana Moreira, de 75 anos, membro da igreja, a contrair dois empréstimos em seu nome e utilizou o dinheiro para comprar um automóvel. Ele também teria solicitado saques em dinheiro da pensão da idosa.

No entendimento da Justiça, a obtenção de vantagem é evidente e por isso ordenou que o pastor indenize a vítima em R$ 12.463,41, valor referente aos financiamentos e à quantia subtraída da sua conta.

“O dolo de obtenção de vantagem, mediante indução da vítima em erro, no caso dos autos, é inequívoco, vez que o acusado, mediante ardil, valendo-se do prestígio e confiança que tinha com a vítima, por ser pastor da igreja em que ela congregava, a convenceu a contrair dois empréstimos em seu nome, já com o intuito de auferir vantagem econômica ilícita, sabendo que não conseguiria arcar com tais compromissos, tanto que pediu à ofendida e sua filha que guardassem segredo”, analiso a juíza.

A defesa do pastor tentou pedir absolvição dizendo que os filhos da vítima tinham motivos para querer prejudicá-lo, mas a juíza não aceitou tais argumentos. “Vejo que os delitos de estelionato e furto foram praticados mediante condutas autônomas, independentes, e que a consumação do primeiro não dependia da prática do segundo, de forma que rechaço o pleito defensivo de absolvição quanto ao delito de furto pela aplicação do princípio da consunção”, realçou.

Segundo a denúncia, o pastor começou a pedir dinheiro para a idosa nos meses de março e abril de 2006 assim que soube que ela era pensionista e recebia, na época, R$ 600 mensais. Ele pediu empréstimos para comprar um carro e afirmou que devolveria os valores.

O primeiro empréstimo adquirido foi no valor de R$ 9 mil, e a idosa assumiu parcelas de R$432,89 em 36 meses. Depois disso eles adquiriram mais um empréstimo e ainda ficou com o cartão da idosa, passando a fazer saques da pensão.

O filho da idosa chegou a procurar a advogada da igreja para expor a conduta do pastor, um acordo para ressarcir a vítima foi feito, porém não foi cumprido. Sobre a pena de prisão, a decisão é que a pena seja cumprida em regime aberto.

Fonte: 

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

JESUS ZUMBI GERA POLÊMICA NOS EUA

JESUS ZUMBI GERA POLÊMICA NOS EUA

A decoração, que parodia o filme 'Silent Night', inclui um bebê demoníaco como Jesus e mortos-vivos que representam os três reis magos
BBC BRASIL.com

Um casal no Estado americano do Ohio está ignorando ordens para remover um presépio montado com "zumbis" em seu jardim. Pelo segundo ano seguido, Jason e Amanda Dixon fizeram a decoração, que parodia o filme Silent Night , incluindo um bebê demoníaco como Jesus e mortos-vivos que representam os três reis magos.

Grupo religioso local deixou uma carta criticando a decoração, perto da escultura de Jesus zumbiFoto: Jason e Amanda Dixon

Grupos religiosos criticaram a montagem. Autoridades da cidade de Cincinnati disseram que ela viola leis de zoneamento.

A montagem - e a subsequente polêmica - está documentada numa página no Facebook criada pelo casal, que está pedindo doações para manter o presépio.

Jasen e Amanda Dixon montaram presépio em seu jardimFoto: Jasen e Amanda Dixon / BBCBrasil.com

A decoração é descrita na página como "a primeira reprodução da cena da Natividade com zumbis do mundo" e um "trabalho de arte maravilhoso". Depois, os responsáveis dizem que "não são ateus".

O casal diz que teve uma licença de zoneamento negada para a estrutura e, segundo o New York Times , poderá ser multado em US$ 500 por dia (cerca de R$ 1.910).

FONTE: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/12/151209_eua_zumbi_decoracao_hb

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

COREIA DO SUL APROVA COBRANÇA DE IMPOSTOS DE RELIGIOSOS


COREIA DO SUL APROVA COBRANÇA DE IMPOSTOS DE RELIGIOSOS 

Coreia do Sul aprova cobrança de imposto de religiosos

Lei se baseou no princípio de que
o sistema fiscal vale para todos

O parlamento da Coreia do Sul aprovou nesta quarta-feira (9 de dezembro de 2015) lei instituindo a cobrança de impostos dos religiosos — monges, pastores e padres, entre outros sacerdotes.
O tema estava sendo discutido no país havia 40 anos. Em 2012, o governo propôs a lei com base no princípio de que todos os cidadãos têm de se submeterem ao mesmo sistema fiscal.

A Coreia do Sul é uma república presidencialista. Tem população de 49 milhões de pessoas — metade não segue qualquer religião. 

O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do pais é de 0,891, que é muito elevado, o 15% maior do mundo.

Os políticos demoraram em aprovar a lei porque temiam sofrer retaliações de lideranças religiosas. De fato, houve reações, mas não na proporção que se temia.

O país tem 364 mil sacerdotes.

Os padres já pagam voluntariamente imposto desde os anos 90, em uma experiência que a Igreja Católica não adotou em outro país.