sexta-feira, 14 de novembro de 2014

NO RIO DE JANEIRO PASTORES ATACAM TERREIROS COM AJUDA DE TRAFICANTES

14 de NOVEMBRO DE 2014


NO RIO DE JANEIRO PASTORES ATACAM TERREIROS COM AJUDA DE TRAFICANTES 


"Pastores usam chefes do tráfico para acabar com terreiros"

por Brian Mier
para o site Vice Brasil

Estudo apurou que só no Rio de Janeiro evangélicos atacaram 132 terreiros









"Recentemente, alguém jogou uma bomba dentro de um terreiro em Porto Alegre. Não foi um evento isolado. Ataques contra praticantes das religiões de matriz africana estão aumentando em todo país. Uma das situações mais graves acontece no Rio de Janeiro, onde, em muitas favelas, igrejas evangelizaram os chefes do tráfico e os pressionam a acabar com terreiros e outras manifestações da cultura afro-brasileira nessas comunidades.

Um estudo da PUC-Rio e do Governo do Estado aponta a existência de 847 terreiros no Estado. Desse montante, 430 sofreram atos de discriminação e 132 já foram atacados por evangélicos.

Certa noite, eu estava em um baile funk, dentro de uma comunidade controlada pelo tráfico, cercado por pessoas bêbadas e chapadas. Em um determinado momento, a música parou para deixar um pastor evangélico subir no palco e liderar milhares de pessoas em uma oração.

Eu pensei: se o candomblé é, como muitos evangélicos acreditam, “coisa do capeta”, por que eles deixam o funk rolar livremente nas comunidades controladas pelo tráfico evangelizado, com seus fuzis norte-americanos com os adesivos de “soldado do Cristo”? 

Porque o funk, com suas letras elogiando álcool e violações dos 10 mandamentos, com seu tamborzão, ritmo que traz elementos de candomblé, não só é tolerado como, às vezes, parece ser encorajado por certas figuras religiosas.

Procurando uma resposta para essa pergunta, parti para um terreiro que existe há mais de 50 anos na Baixada Fluminense a fim de falar com Adailto Moreira, antropólogo e um dos líderes do movimento contra a intolerância religiosa. Sentamos embaixo de uma árvore no quintal cercado de estátuas e imagens históricas da cultura ioruba, e ele começou falar.

“A intolerância tem uma base forte de racismo. A grande parte dos seguidores das religiões de matriz africana é de negros, mulheres, pobres, gays, lésbicas – ou seja, todo que a sociedade eugênica burguesa elitista neste país não gosta", disse.

Continuou: "Existem, de fato, pastores evangélicos convertendo atuais líderes do tráfico e os usando para expulsar os terreiros das comunidades. Tem muitos lugares hoje, como Maré e Jacarezinho, onde a pessoal nem pode usar um incensador".

Ele disse que o Estado é completamente omisso. "Eu trabalhei na pesquisa de PUC, e a maioria dos praticantes das religiões de matriz africana no Estado contou que passou por constrangimentos — a violência física, material e imaterial contra eles está aumentando."

"E não é só nos terreiros: o samba e o jongo também estão desaparecendo nas comunidades. Pouquíssimas comunidades ainda têm jongo. No interior do Estado, os quilombolas estão sendo todo evangelizados. Isso é tirar a alma deles, como fizeram com os índios no passado. É um projeto de colonização moderna.”

“E o funk,” perguntei, “por que ele é tolerado? Será que, na cabeça dos pastores evangélicos, é mais fácil lidar com ele, porque ele pertence ao diabo enquanto o candomblé representa uma outra forma de interpretar o mundo, fora do conceito cristão do universo?”

“Funk não é uma religião, tem outro apelo cultural e político que as religiões de matriz africana não podem ter com o tráfico. E tem um grande projeto econômico atrás dessas ações de arrebanhar fiéis e de promover salvação. Milagres acontecem, mas tudo em uma organização econômica muito perversa.”

Parti para a Maré, conjunto de 16 comunidades com 130 mil habitantes, onde ouvi dizer que só sobrara um terreiro. Procurei Carlos, ex-traficante evangélico e líder comunitário, para ouvir uma outra opinião sobre o assunto. 

Após encontrá-lo na Favela Nova Holanda, ele me deu uma carona para a Praça do Forró do Parque União, onde há vários bares e restaurantes excelentes. Paramos ao lado de um córrego, e eu perguntei por que não tem mais terreiros na Maré. “Não acontece em todos os lugares, mas eu sei que tem algumas comunidades onde o tráfico realmente expulsou os terreiros”, ele falou, “como no Morro do Dendê. Vinte anos atrás, você via muitos chefes de tráfico usando guia, seguindo orixás - eles gostavam muito do Zé Pelintra. Mas chegou um tempo em que parece que não estava dando resultado. É tudo o mesmo Deus, certo? Oxalá é o mesmo Deus dos cristãos, mas acho que ficou mais simples para muita gente só rezar para um. Acho que, para os pobres, negros nas favelas, seguir a religião evangélica tem mais sentido hoje em dia, e o candomblé virou outra tradição negra que se elitizou - hoje em dia, é mais a classe média que curte.”

“E os bailes,” perguntei, “por que um evangélico vai deixar um baile acontecer, com tantas músicas que falam sobre temas como promiscuidade e violência?”

“O baile é uma tradição que vem de muitos anos atrás, antes da chegada da religião. E ele traz lucro para o tráfico, claro. Às vezes, durante o baile, eles tocam louvores, ou vem uma fala de cinco minutos de um pastor. Às vezes, o baile, o tráfico e a religião viram uma coisa só. Ninguém tira o espaço do outro.”

Se ninguém tirar o espaço do outro, entra a parceria econômica de funk, drogas e religião. Não pode dizer a mesma coisa para manifestações afro-brasileiras, como o candomblé, que existem há bastante tempo neste país, quando comparadas às igrejas evangélicas.

Se o processo de conversão é uma coisa natural, por que se precisa de violência? Por que o Jardim Vale do Sol, terreiro em Duque de Caxias, foi atacado por evangélicos oito vezes?

Será que, por causa de algumas pessoas, isso também faz parte de um projeto econômico?"

FEMEN PROTESTA CONTRA PAPA NO VATICANO

FEMEN PROTESTA CONTRA PAPA NO VATICANO

14 de novembro de 2014 

"Ativistas do Femen fazem ato contra o Papa no Vaticano

Militantes pretendiam denunciar, com os seios nus como é habitual, a visita do pontífice, que consideram um "ataque à secularização" na Europa


No corpo de uma das manifestantes era possível ler a frase "Pope is not a politician" ("Papa não é um político")Foto: ANSA Brasil

Três mulheres que integram o grupo feminista Femen protestaram nesta sexta-feira diante do Vaticano contra a visita programada do papa Francisco ao Parlamento europeu, em Estrasburgo.

As militantes pretendiam denunciar, com os seios nus como é habitual, a visita do pontífice, que consideram um "ataque à secularização" na Europa.

No corpo de uma das manifestantes era possível ler a frase "Pope is not a politician" ("Papa não é um político"), enquanto as outras escreveram nas costas "Keep it inside" ("Mantenha dentro") e exibiam, de maneira provocativa, uma cruz.

A polícia reagiu rapidamente e retirou as ativistas, que foram detidas.

Foto: ANSA Brasil

O papa Francisco viajará a Estrasburgo no dia 25 de novembro para uma visita ao Parlamento Europeu. Será a segunda visita oficial de um papa à Eurocâmara, depois de João Paulo II."
Foto: ANSA Brasil

sábado, 4 de outubro de 2014

CONSERTANDO O SALMO

“Feliz é aquele que pegar os seus filhos e os despedaçar contra a rocha” (Salmos 137:9)
Vamos mudar isso para:
 Feliz daquele que comer milho e dançar arrocha. 
Ateu Poeta
04/10/2014

terça-feira, 23 de setembro de 2014

ZUMBIFICAÇÃO

ZUMBIFICAÇÃO

Jesus é um tiranossauro alienígena
Rex,rex,rex
E Deus uma barata hipocondríaco
Bipolar dançando jazz

O Capeta é uma rima proibida
Para menores de dezoito
Números sagrados de outras religiões
Que importa se sete é oito?

Larápios, mequetrefes e mentecaptos
Fazem o maior cabum
Não interessa mentira e verdade
só vaidade e zum zum zum

refrão:
As organizações sobrevivem do dízimo dos zumbis 
Todo mundo reza ajoelhado e finge ser feliz
(bis)

Ateu Poeta
23/09/2014

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

ABISMOS FENÍCIOS

ABISMOS FENÍCIOS

 ABISMOS FENÍCIOS

O instinto destrói toda a sanidade
Cria falsa saciedade do vício
Não obedece às leis da sociedade
Nos joga em abismos fenícios

A verdade não é aforismo da razão
Porque é absoluta
Independe das mentiras dos homens
Com seus deuses cruéis

Uma vez em Esparta e seus cartéis
Melhor ser lutador nos quartéis
Todo mar preso gera imensa maré
Força contida vira onda de explosões

Pressão é a prova
Nada nunca mudou

Ateu Poeta
04/09/2014

domingo, 8 de junho de 2014

XUXA FALOU SOBRE O FILME "AMOR ESTRANHO AMOR" NO "ALTAS HORAS E REACENDE A POLÊMICA

XUXA FALOU SOBRE O FILME "AMOR ESTRANHO AMOR" NO "ALTAS HORAS E REACENDE A POLÊMICA


XUXA FALOU SOBRE O FILME "AMOR ESTRANHO AMOR" NO "ALTAS HORAS E REACENDE A POLÊMICA
"Para falar sobre uma das polêmicas mais comentadas das últimas semanas, a apresentadora Xuxa Meneghel resolveu tocar em um assunto que ela sempre tratou com absoluta discrição: o filme Amor, Estranho Amor, em que aparece nua beijando um menino. O longa-metragem de 1982 foi recolhido das videolocadoras a pedido da própria Xuxa, quando ela passou a ser conhecida como a 'rainha dos baixinhos'" (...)

Veja mais em:

terça-feira, 29 de abril de 2014

A ENTREVISTA DE EMPREGO


A ENTREVISTA DE EMPREGO


Entrevistador:_Diga-me três defeitos seus.
Entrevistado:_Às vezes eu repito as coisas. Às vezes eu repito as coisas. Às vezes eu repito as coisas.

Entrevistador:_E os outros dois defeitos?
Entrevistado:_Bem, às vezes eu repito... Eu já falei que repito as coisas?

Ateu Poeta 

23/04/2014

domingo, 20 de abril de 2014

PARA ATEUS QUE DEFENDEM RAQUEL SHEHERAZADE

PARA ATEUS QUE DEFENDE RAQUEL SHEHERAZADE


Assista aos vídeos:
Fala mal dos ateus vídeo 1

Fala mal dos ateus e do Ministério Público vídeo 2

Raquel chama desempregados de desocupados


Vou deixar que ela mesma fale contra si. Tirem as suas conclusões.

Ateu Poeta
20/04/2014



sábado, 15 de março de 2014

INEFÁVEL

sábado, 15 de março de 2014

INEFÁVEL



INEFÁVEL

Inefável flor
Meu coração acelera diante de ti
O sol é quimera que queima minha solidão
À tua janela há um mundo vão

Onde não protagonizo
Aprendi a ser Narciso
Para tentar sobreviver
Ícaro se deixou fenecer pelo desir

Agora só me importa o que há de vir
Não cultivo mais o jardim onde nasceste
Nem me importa o teu perfume ímpar
És incógnita, busco aforismos

E não algoritmos
De falso lirismo

Ateu Poeta

15/03/2014

sexta-feira, 14 de março de 2014

CURTA ATEU POETA NO FACEBOOK

http://jornaldelfos.blogspot.com/2014/03/curta-ateu-poeta-no-facebook.html

CURTA ATEU POETA NO FACEBOOK


CURTA ATEU POETA NO FACEBOOK

(PERSONAGEM FICTÍCIO DA LITERATURA BRASILEIRA)

Sobre:

Ateu Poeta é um dos pseudônimos do personagem Amadeu, que é um dos heterônimos do Historiador Aroldo Filho.

Biografia: 

Ateu Poeta é um dos pseudônimos de Amadeu; um deputado federal boêmio, espadachim, capoeirista e violeiro que é apaixonado pela enfermeira Isadora, a mulher de Heitor; um judoca maior, mais forte e mais arisco que Amadeu.


Amadeu é um vilão que faz duplo papel, lutando por vezes ao lado de Heitor contra males maiores. Mas, a parceria dos dois se rompe pelo mesmo motivo: a disputa pelo coração de Isadora.

Prêmios:

2° e 4° lugares,consecutivamente, no 1° e 2° concursos de poesia da comunidade do Orkut"Vamos Escrever um livro?"(2009 e 2010) com as poesias : Os Anjos Tocam Violino & Sinfonia Magnética.

2° Lugar em concurso de pensamento na comunidade "Grupo de Poesia" no Facebook (2012) com o pensamento: A poesia aceita aquilo que não podemos suportar: a alegria que não cabe no peito e a tristeza que afogaria o mar.

Ateu Poeta, O QUESTIONADOR
14/03/2014

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

CEGA NAÇÃO

CEGA NAÇÃO

CEGA NAÇÃO

Mais um jornalista assassinado
Parte o coração da imprensa
Um rojão sem decência
Derruba o cinegrafista

Esse artista da documentação
Que registra fatos reais
Fica aqui uma nota de repúdio
A toda essa violência banal

Prenúncio de guerra civil
Por maiores que sejam as falhas das prensas
Ninguém merece essa mortalha
De segar a informação

Sem jornais não haverá democracia
Seremos uma cega nação

Ateu Poeta, O QUESTIONADOR
Historiador, professor, poeta, blogueiro e jornalista independente
Pacoti-Ceará, 12/02/2014


Meus pêsames em nome do Jornal Delfos-CE,da Coluna Clio e da Coluna Diamante a todas as famílias de jornalistas assassinados e agredidos na América Latina, onde estão os 3 países mais perigosos do mundo para esta profissão.

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

ASAS ILÓGICAS

http://ateupoeta.blogspot.com.br/2014/01/asas-ilogicas.html

ASAS ILÓGICAS

O mesmo caos da suposta destruição
Mas, que na verdade só reconfigura
Faz com que brotem criaturas
Que nenhum desenhista faria

Por maior poder e euforia
Que o mito da fé lhe desse
A evolução apetece a sobrevivência
Perpetuação das espécies

Em meio à guerra do carbono
Que para manter a vida devora
Depois devolve para o ciclo
Da fusão nuclear à radiação

Explosões química e biológicas
A beleza criou asas ilógicas

Ateu Poeta 
O QUESTIONADOR
07/01/2013

SEM CÉREBRO